Como conseguir o primeiro emprego

Conseguir o primeiro emprego é apenas um entre muitos desafios do início da carreira profissional. Algumas dificuldades são encontradas na criação do primeiro currículo que ainda não conta com muitas informações e necessita de uma boa elaboração para chamar a atenção de um recrutador. Ao mesmo tempo empresas abrem poucas vagas para primeiro emprego se comparadas às que exigem experiência profissional.

Contar com orientação de sites especializados e pessoas experientes é o primeiro passo para entender o caminho a ser percorrido. Conheça formas de entrar no mercado de trabalho e conseguir finalmente seu primeiro emprego.

 

Como fazer um currículo para primeiro emprego.

Fazer um currículo que se destaque para primeiro emprego parece complicado, pois você ainda não possui experiência profissional ou conhecimento sobre suas próprias habilidades no ambiente organizacional.

Seu currículo deve ser composto de informações pessoais como, por exemplo: nome, idade e endereço, além de características comportamentais que tornem seu perfil mais atrativo. Coloque em ênfase as que contribuem para a função desejada além de caprichar no campo “objetivo profissional”.

Você pode seguir um modelo de currículo para primeiro emprego padrão e incrementar conforme orientações acima.

Após criar seu currículo, a próxima etapa será abusca por oportunidades de vagas.

 

Quais vagas devo procurar?

Para iniciar a busca por vagas para primeiro emprego é importante ter em mente a base que você já possui, em especial, em educação. Comece por comparar as qualificações que já possui (exemplo: curso de informática, técnico em administração) e sua idade, é uma forma de conhecer sua empregabilidade e quais oportunidades você deverá procurar. Se ainda não possui algum curso profissionalizante, é um bom momento para pensar a respeito: A evolução da vida profissional e qualificação caminham juntas.

Outra informação de extrema importância é que todas as experiências serão válidas. Escolher vagas aqui ou ali poderá aumentar o tempo de espera por seu primeiro emprego. Estar aberto às oportunidades que surgirem será essencial para passar por essa primeira etapa e na medida em que for amadurecendo profissionalmente conquistará certamente novas oportunidades.

 

Distribuição de currículos

A entrega de currículos, mesmo para o primeiro emprego, segue o formato conhecido – entregas pessoalmente são bem-vindas e neste caso, ao entregar pessoalmente as regras de marketing pessoal já começam a valer para bons resultados. Também é importante realizar cadastros em sites de empresas e RHs.

Ficar atento a anúncios de jornais e assinar a newsletter (notícias) de sites especializados também será um facilitador uma vez que lhe manterão informado sobre as áreas que mais estão contratando e vagas abertas recentemente.

As redes sociais são canais concretos de comunicação e aproximação, o que também é válido profissionalmente. Entre as redes sociais preferidas para criar e manter contatos profissionais está o Linkedin.

 

Vagas para primeiro emprego – jovem aprendiz

O programa jovem aprendiz é uma excelente oportunidade para quem precisa ter a primeira experiência profissional.

Com base na lei federal 10.097, vagas são oferecidas em todo o país e o melhor, com uma ampla abertura para primeiro emprego.

O programa jovem aprendiz é voltado para jovens de 14 a 23 anos e os aprendizes cumprem jornada de 4 a 6 horas diárias recebendo remuneração de salário mínimo hora. O contrato de aprendizagem é por tempo determinado, registrado em carteira de trabalho e ainda prevê recolhimento de FGTS (um dos pontos positivos em relação ao contrato de estágio que ainda não possui vínculo empregatício).

O mercado de trabalho é mesmo concorrido e estar atento às etapas para conseguir o primeiro emprego proporciona vantagem competitiva ao candidato. Dedique atenção na elaboração do currículo de maneira que ele represente de fato suas qualidades, busque autoconhecimento para fazer da melhor maneira.

Insista na entrega de currículos e cadastro em programas como o jovem aprendiz, mas não pare por aí, fique atento aos newsletters para se manter bem informado e sair-se bem na entrevista de emprego, mas esse já é outro assunto.

Outros artigos de interesse